Notícias Dia Mundial da Água: CAPES investe em mestrado profissional
Pós-graduação

Dia Mundial da Água: CAPES investe em mestrado profissional

Publicado: Segunda, 23 Março 2020 09:38 , Última Atualização: Quarta, 25 Março 2020 17:06

O ProfÁgua ajudou a formar 120 mestres gestores e pesquisadores e hoje conta com mais de 500 alunos matriculados

WhatsApp Image 2020 03 23 at 13.14.20 2

A parceria entre a CAPES e a Agência Nacional de Águas (ANA) em torno de um mestrado profissional ajuda no cumprimento da meta 6 da Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU), que trabalha os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável para o planeta: criar soluções, ideias e inovações para tornar a água potável e o saneamento básico acessíveis para todos.

Em 2019, a ONU divulgou um relatório sobre o Desenvolvimento dos Recursos Hídricos que mostra a preocupação com a escassez da água no planeta. A demanda desse recurso para cultivos de alimentos, produção de energia elétrica e para fins sanitários tem crescido nos últimos anos. Atualmente, mais de dois bilhões de pessoas não têm acesso à água potável.

WhatsApp Image 2020 03 23 at 13.14.20 3

Criado em 2016, o Programa de Mestrado Profissional em Rede Nacional em Gestão e Regulação de Recursos Hídricos (ProfÁgua) ajudou a formar 120 mestres gestores e pesquisadores, por meio do Sistema da Universidade Aberta do Brasil (UAB), e hoje conta com mais de 500 alunos matriculados.

O ProfÁgua é coordenado pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp) e conta com mais de 14 instituições de ensino parceiras em todo o país. O principal objetivo do programa é criar soluções para os problemas nacionais relacionados à regulação e gestão da água.

Jefferson de Oliveira, coordenador geral do curso pela Unesp, falou das pesquisas derivadas do programa e sobre a importância da CAPES nesse processo: “Nós hoje temos alunos que desenvolvem pesquisas sobre a qualidades de igarapés, drenagem urbana, seguranças de barragens e eficiência de estação de esgoto. A CAPES nos norteia, coordena, dá as diretrizes e é uma parceira para nos avaliar e também para fazer com que a gente melhore a cada dia que passa”.

Carlossandro de Albuquerque, coordenador do ProfÁgua pela Universidade Estadual do Amazonas (UEA) falou de como o programa contribuiu para as pesquisas na região: “Pelo momento que estamos passando em nossa sociedade e pelo Dia Mundial da Água, comemorado em 22 de março, o mestrado busca cada vez mais profissionais para atuar nesse campo, em especial, na maior região natural desse planeta que é a Amazônia. É importante destacar o papel da CAPES com investimentos de infraestrutura, na área da pesquisa e com aplicação de bolsa”.

(Brasília – Redação CCS/CAPES)
A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura CCS/CAPES

Compartilhe o que você leu