Notícias Diretor da CAPES participa de posse de novos presidentes de Associação de Reitores
Abruem

Diretor da CAPES participa de posse de novos presidentes de Associação de Reitores

Publicado: Terça, 21 Agosto 2018 18:11 , Última Atualização: Quinta, 06 Setembro 2018 16:26

Carlos Lenuzza, diretor de Educação a Distância e de Formação de Professores da Educação Básica da CAPES, participou nesta terça-feira, 21, da posse da nova diretoria da Associação Brasileira dos Reitores das Universidades Estaduais e Municipais (Abruem), que aconteceu em Brasília. “O trabalho da Abruem sempre foi muito integrado com os diversos órgãos do Ministério da Educação (MEC). Queremos cada vez mais estreitar essas relações e ter na Abruem uma parceira de toda hora, principalmente no que tange à defesa dos aspectos educacionais, da pós-graduação brasileira e da formação de professores”, disse o diretor.

 MG 0537

Lenuzza reforçou que as parcerias da Associação com a CAPES vêm de longa data, nos mais diversos programas, entre eles o sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB), o Programa Nacional de Formação de Professores da Educação Básica (Parfor), o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid) e o recém lançado Residência Pedagógica.

Nova diretoria
Os reitores Haroldo Reimer, da Universidade Estadual de Goiás (UEG), e Antonio Guedes Rangel Junior, da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), presidente e vice-presidente eleitos durante o último Fórum Nacional de Reitores, realizado em maio, em Florianópolis, assumem a Associação pelo biênio 2018-2020.

O ex-presidente, Aldo Nelson Bona, da Universidade Estadual do Centro-Oeste do Paraná (Unicentro), ressaltou que a presença de representantes do Governo Federal e de agências de fomento demonstra o reconhecimento da Associação. “Nos últimos quatro anos buscamos aproximar a Abruem das instâncias do governo para que as demandas de nossas instituições fossem atendidas”.

 MG 0584

Atualmente a Associação é composta por 46 instituições de ensino superior (IES) em 22 estados brasileiros. “Somos veículos que fazem chegar as ações de ciência e tecnologia no interior do país e, felizmente, os órgãos do Governo têm estreitado o diálogo com a gente”, explicou Aldo.

Sobre a questão da internacionalização, o ex-presidente destacou a presença de representantes de embaixadas no evento, parceiras essenciais para estreitamento da relação com outros países, e o resultado do programa CAPES/PrInt, no qual duas instituições associadas tiveram projetos aprovados.

Assimetrias
O novo presidente, Haroldo Reimer, falou sobre os desafios para liderar a luta em defesa das universidades estaduais e municipais. “Em nossos 27 anos de existência, representamos um segmento de IES distintas, mas com um mesmo objetivo”.

 MG 0724

Reimer explicou que em colaboração com o sistema federal público, os estados e municípios têm assumido importante tarefa no aumento do acesso ao ensino superior, especialmente nas regiões do interior do Brasil. “De forma geral, a presença e atuação das universidades estaduais e municipais constitui importante mecanismo para a superação de assimetrias historicamente construídas, realçando-se, assim, a função social desempenhada por essas instituições”.

Dados revelam que, em nível de graduação, as IES estaduais e municipais respondem por aproximadamente 40% dos quase 2 milhões de alunos matriculados no segmento público. Na pós-graduação stricto-sensu, verifica-se uma participação mais acentuada, respondendo por 46% dos 292 mil matriculados em cursos de mestrado ou doutorado no mesmo segmento.

Concomitantemente, as instituições associadas respondem por quase metade da produção intelectual produzida na academia brasileira. “Sendo assim, é necessário reconhecer a importância dessas instituições”, disse Haroldo. O presidente empossado finalizou reforçando o compromisso de participar de forma mais ativa junto ao Ministério da Educação e das agências governamentais, rumo à universalização do acesso ao ensino superior.

 MG 0627

Henrique Santori, secretário-executivo do Ministério da Educação, destacou a articulação da CAPES com as instituições associadas à Abruem no que tange ao ensino a distância e demais ações já realizadas tanto pela agência quanto pelo Ministério. Ele também reafirmou o compromisso do MEC com o sistema educacional como um todo.

Também participaram do evento Mário Neto Borges, presidente do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Adélia Maria Carvalho de Melo Pinheiro, reitora da Universidade Federal de Santa Cruz (UFSC) e ex-vice-presidente da Abruem, além de membros da nova diretoria e parceiros da Associação.

Assista a matéria: 

 

(Brasília/DF – CCS/CAPES)
A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura “CCS/CAPES”

Compartilhe o que você leu