Notícias Aos professores: CAPES oferece capacitação no Brasil e exterior
Dia do professor

Aos professores: CAPES oferece capacitação no Brasil e exterior

Publicado: Segunda, 14 Outubro 2019 10:16 , Última Atualização: Terça, 15 Outubro 2019 10:17

Uma das principais missões da CAPES é a formação de recursos humanos de qualidade. As diretorias de Educação Básica (DEB), Relações Internacionais (DRI) e Programas e Bolsas no País (DPB) têm programas focados no desenvolvimento de professores desde a educação básica até o ensino superior.

As ações da DRI com a DEB envolvem programas de capacitação de professores em três países. Nos EUA, o Programa de Desenvolvimento Profissional para Professores de Língua Inglesa nos Estados Unidos (PDPI) oferece curso intensivo de inglês, com duração de seis semanas, para professores da rede pública. O PDPI trabalha com atividades acadêmicas e culturais e é resultado de uma parceria com a Embaixada dos Estados Unidos no Brasil e a Comissão Fulbright. No último edital, cujo resultado foi divulgado em maio, teve 486 selecionados.

Os interessados em fazer uma capacitação no Canadá podem se inscrever no Programa de Desenvolvimento Profissional de Professores da Educação Básica no Canadá. Fruto de uma cooperação internacional entre a CAPES e o Colleges and Institutes Canada – CICan, o programa dura oito semanas e é dividido em duas partes. Os professores estudam inglês na primeira parte. Na segunda, conhecem a gestão de sala de aula e a aprendizagem centrada no aluno. Em junho deste ano, 100 professores da educação básica participaram do Programa naquele país.

A Irlanda é outro país onde a CAPES oferece capacitação. Esta é direcionada para profissionais que atuam na direção, coordenação ou supervisão pedagógica das escolas de educação básica das redes pública e privada sem fins lucrativos e nos colégios militares. O Programa de Desenvolvimento da Educação Básica na Irlanda é uma parceria com o Mary Immaculate College dura um ano. Ali os professores recebem treinamento em língua inglesa, desenvolvimento de habilidades em liderança e gestão pedagógica. Ao todo, 21 profissionais foram selecionados no último edital.

Mauro Rabelo, diretor de Relações Internacionais, destacou as possibilidades que os programas oferecem. “Os professores vão poder repensar práticas pedagógicas de ensino, rediscutir o espaço de aprendizagem e ter contato com novas metodologias”, afirma.

Na DPB, os programas de incentivo à qualificação de professores são focados no ensino superior. O Doutorado Institucional (Dinter) é um dos exemplos. O programa permite que um doutorado acadêmico de uma Instituição de Ensino Superior (IES) seja aplicado nas dependências de outra IES.

Por fim, há o Programa de Formação Doutoral Docente (Prodoutoral), que estimula a troca de ideias para a melhoria do ensino, pesquisa e extensão nas IES a partir da mobilidade de bolsistas. Assim, as redes de pesquisa nas instituições não apenas se ampliam, mas também se fortalecem.

(Brasília – Redação CCS/CAPES)
A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura CCS/CAPES

Compartilhe o que você leu