Notícias CAPES defende aprovação de emendas no Congresso
R$ 600 milhões

CAPES defende aprovação de emendas no Congresso

Publicado: Quinta, 31 Outubro 2019 17:19 , Última Atualização: Sexta, 01 Novembro 2019 14:03

 MG 0185

Uma audiência pública, realizada nesta quinta-feira, 31, na Comissão Mista de Orçamento (Senado e Câmara dos Deputados) discutiu o montante das verbas a serem destinadas para a concessão de bolsas e fomento à pesquisa no próximo ano. Presente no debate, Anderson Correia, presidente da CAPES, apresentou o orçamento da Coordenação de 2019 e a previsão para o próximo ano.

Além de assegurar o pagamento de todas as bolsas vigentes, o presidente falou sobre a importância da aprovação das emendas parlamentares, de forma impositiva pela CMO, a fim de garantir os investimentos em educação básica e superior, previstos para 2020. “Queremos trabalhar a integralidade das emendas parlamentares aprovadas na Comissão de Educação (da Câmara). Que essas emendas sejam incorporadas ao orçamento de 2020, garantindo as bolsas, tanto em vigor, quanto novas”, reforçou.

 MG 0457

A previsão inicial para o orçamento da CAPES em 2020 era de R$ 2,48 bilhões, ante os R$ 4,25 bilhões de 2019. Para complementar as receitas do próximo ano, a Coordenação já articulou junto ao governo federal R$ 600 milhões em setembro e conta com a aprovação do mesmo valor, por meio de duas emendas parlamentares destinadas à educação básica e pós-graduação.

Anderson Correia também falou dos novos critérios adotados para a concessão de bolsas: “Precisamos distribuir de forma adequada. E a melhor forma é com modelos de distribuição que sejam inteligentes, que busquem o mérito, a qualidade e a eficiência, respeitando a redução de assimetria. Programas iniciantes, em áreas com o IDH baixo, têm um olhar diferenciado”.

(Brasília – Redação CCS/CAPES)
A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura CCS/CAPES

Compartilhe o que você leu